quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Boa Noite,

 Passamos despercebidos olhando o horizonte, ou a noite escura e serena que quase não percebemos tua luz ali, estava no canto, mais estava lá, e eu certamente não perceberia se não fosse à ajuda do acaso!
É maravilhoso encontrar alguém que vai dizer: Parabéns e então em um cortejo você diz: Obrigada, e logo em seguida finaliza, com a boca entre aberta, quase que um envenenamento de encantamento: Disponha!
 Ás pessoas elas são magníficas, são especiais, são delicadas, elas são porcelanas, nem todas, mas algumas em especial. Assim como você que timidamente foi rascunhada a lápis, e contornada delicadamente com pincéis que não fizeram nenhuma diferença, porque sua beleza é de berço.
 Poder-lhe-ia passar todo o resta desta noite lhe escrevendo, escrevendo para você, mas isto basta porque palavras definitivamente não podem e não conseguem te descrever.

2 comentários:

Lílian Matos; disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Lindo muto lindo