domingo, 3 de novembro de 2013

Como Decidir?

Nunca sei como devo decidir, até perceber que meus instintos decidem por mim... Ás vezes mentem para mim, me enganam, me deslizam até o fundo do poço e me atiram, há pessoas que me tiram o gosto de viver, há pessoas que não confiam em "si" mesma, e desacreditam no "outro"... É triste!
Eu olhei no fundo dos teus olhos, eu sabia no fundo, eu realmente sabia que seria vazio... Mas eu arrisquei, confiei no poder do amor, no poder da voz do coração. Fui surpreendida, e algumas surpresas devaneias são ruins, você me surpreendeu por dentro e por fora. Eu chorei por você, eu não estava satisfeita, foi ai que eu chorei por nós também, depois chorei pelo começo, pelo meio, e pelo fim!
Me sinto cansada, me dói lembrar. Eu cai em torno de você, eu cai na vida, pensei que era náuseas, mas lembro que as mesmas mãos que me salvavam da solidão, foi exatamente ela que me empurrou para ele de volta. Ficou fora do limite, você saiu do controle, eu não te guiava, eu apenas te olhava. Eu não intercederia, eu não intercedi, eu não te conduzi, eu terei que superar isso, e terei mais outros empecilhos ainda, mas de todas as coisas, de todos os amores, de todas as dores, superar sua partida talvez seja o mais medonho ato que eu terei cometer!
[...] Eu queria ter colocado suas mãos em minhas mãos, te daria permissão, beijos com barulhos, e abraços com estalos, você maior queda que eu gritei para pedir para respirar...


Novo Livro! (Já Nas Livrarias!!!)



Olá, Novidade no mundo social*
Acaba de Sair meu novo livro!!!
Já está a venda...
www.clubedeautores.com.br



domingo, 27 de outubro de 2013

O MEDO E O TEMPO.

Sabe...
Eu não tenho sido muito corajosa, não... É que eu te amo tanto quanto o medo de te perder, e a probabilidade de te perder não me faz uma pessoa corajosa, é ao contrário, tenho medo. A verdade eu não sei se eu suportaria tanto, ás coisas acontecem tão rápido meu bem que é assustador, toda a força do meu amor, ás vezes fico sem ar, meu coração acelera só em te ver passar!
Tenho feito tantas promessas que eu sei que profundamente eu vou as cumprir meu bem. Eu te amo tanto e eu tenho medo, de mergulhar no seu "eu" raso amor. Quando estou com você todos os meus medos, todas as dúvidas e receios vão embora, mas passamos tão pouco tempo unidas que amor, continuo com medo quando diz: "tchau", quando você diz: "Boa Noite."
Eu te amo com um milhão de beijos e abraços sempre a sua espera, o tempo não nos ajuda quando estou com você, é uma eternidade até te ver, e alguns minutos para ficar com você, e quer saber eu não acho justo....
Bem sei que em meu destino eu faço qualquer coisa por você, perturbaria toda a vizinhança gritado eu te amo, pelos quatro cantos das ruas! Você é a beleza mais inédita, eu amo o seu sorriso, eu tento ser corajosa, eu tento estar um passo mais perto, mas ás vezes você me para freneticamente. Amor, cuide bem do meu coração, ele está em suas mãos, eu eu juro continuarei te amando um milhão de vezes ao dia!
Eu acreditei que um dia não seria "eu" e "você", eu acreditei que seria..."NÓS". E somos, porque o tempo trouxe você para mim, e é com você que eu quero estar enquanto no tempo eu ainda existir!!!







quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Não estou distante...(É apenas saudade!)

Está tudo bem amor!
Eu amo ver o seu sorriso estampado nesse seu rosto lindo... Os dias tornam-se anos quando eu não estou com você, e minha nossa como o tempo passa rápido quando eu estou com você. Eu amo tanto você, e cada detalhe que te compõe. E há horas que eu penso: "Olá, destino... Eu te agradeço!"
Venha cá segure em minhas mãos deixe-me contar meus segredos, e mostrar minhas cicatrizes, porque amor você é tão linda, e eu quero ver, eu quero descobrir cada canto de você, quero que sinta a vontade eu quero ouvir seus medos, seus anseio, amor eu quero ouvir teus segredos, desvendar mistérios... Quero correr cada risco em cada lugar com você.
E percebo que não vejo minha distância de você a não ser a que nos separa amor, e percebo que essas malditas lágrimas agora não vão reestruturar meu coração, elas vão afogá-lo!
Eu não estou no controle, eu nunca estive essa é a verdade, mas eu te amo com tanta força que se você pudesse ver amor você assustaria. E se fosse da boca para fora, amor se eu estivesse mentindo, se não fosse verdade, eu estaria bem agora, sem dor, sem tristeza, sem choro, sem vontade de desistir de tudo até mesmo do mundo...
Não está nada bem amor!
Eu odeio não ver o teu sorriso em meu dia, odeio saber que há dias não te vejo, odeio quando o tempo passa assim como odeio que ele não passa! Odeio estar longe de você, mas nunca distante em pensamento. Porque não há um lugar, uma hora, um milésimo de segundo em que você não esteja em meus pensamentos... Não há! Sinto sua falta, eu sinto muito sua falta quando eu não estou com você, está tudo intensificado amor o amor, a saudade, o medo, tudo...
Diga que você me desculpa, você é tão linda, mas não consegue me enxergar amor, está tão estampado, tão visível que eu já não vivo sem você, essa sua capacidade de me olhar muito rápido não te deixa ver e perceber que eu não vivo mais sem você!





sexta-feira, 11 de outubro de 2013

Mil Motivos [...]

- Eu poderia lhe dar mil motivos para ficar comigo, mas cometeria a injustiça de viver o amor do lado certo. Então não lhe direi nenhuma, e façamos o seguinte... Fique se quiser ficar!


 Foi a primeira vista, eu posso afirmar que foi porque disso eu me lembro bem! Você e sua arrogância linda inicial, dizendo que não, e aquele não era tão definitivo. Mas acontece que se eu tivesse desistido talvez todo o meu sentimento que eu julgava sentir não seria verdadeiro. Eu não desisti, e por céus que "alguém" desistiria de você? Desses olhos teus, deste sorriso, dessa sua voz? Por céus quem não queria de te chamar de "Meu Amor".
 Não, não. Era verdade, e era raiz, e eu não desistiria nem sequer de contentar-me ao te ver passar. Tão forte essa sua beleza rara, e absolutamente única. Inicialmente eu via em você que discordava de meus sentimentos... Eu sei que não acreditava, e doía tanto em mim.
 Mas queria eu provar e fui a fundo na ideia! E te diria se tivesse tido a chance de estarmos a sós, e com um tempo significativo o quanto eu te amo, e te diria...

       [...]   Não veja com os olhos meu amor, vai mais profundo, seja mais intensa  invada minha alma, o meu coração, lhe bem lá dentro, mas lembre-se:"Olhe com os olhos do coração". Eu sempre lembrei nos piores momentos, que até os momentos piores me levavam a você.

 Você surgiu feito um colapso na minha vida. Poderia infartar mas não preferi viver eu estava tendo a chance de realizar o meu sonho. O Que eu teria feito, para conseguir que realizassem meu sonho? Digo-te nada, acontece que não sou uma má criatura. E me comportei bem! Em certo momento eu te tinha em meus braços e sentia que o mundo era meu e que havia muros fortes protegendo meu mundo(você), mas teve uma certa hora que veio o grande alarme que me fez perceber que para se ter um muro em um mundo para você é necessário fazer manutenção no muro, eu me esqueci completamente disso e você simplesmente disse: Adeus alegando não me querer fazer sofrer, sem saber que eu não sofria, eu a amava e era esse o meu choro não já sabia mais como fazer você acreditar. Vento trás bons momentos, e leva os maus também! Mas eu pensei - Como sobreviver agora que provei do seu beijo, eu fui envenenada amor, não se envenena os lábios de alguém e desaparece na neblina, não.
 Eu morri subitamente e você subitamente me deu vida de novo, e com ela nova chance, mesmo mundo, mas muros novos. Meu coração quebra um pouco, nos ciúmes que afogo de você. Mas tenho que entender que é egoismo, e sim eu sou egoísta  e não eu não posso parar com esse ciúmes porque você é meu mundo é rara. Eu te comprei flores só para me certificar que sua beleza era maior que as delas! Quando fecho os olhos nada me vem tão rápido a mente quanto a felicidade de ir dormir sabendo que: "Eu estou com você, e que ao amanhecer é tudo muito real".

 [...]Eu farei por você exatamente o que os romancistas fariam, eu vou te amar meu bem, não vou implorar para que eternamente fique, eu vou fazer com que eternamente você queira ficar!






segunda-feira, 12 de agosto de 2013

Eu Estou Sozinha Comigo!

"Há varias pessoas em mim. Eu me transformei, foi necessário para que eu sobrevivesse ao meio! Mas há duas pessoas em mim, uma compreende a sensibilidade da outra, e a outra de mim condena o silêncio ao qual a outra se submeteu. Uma ama, a outra odeia. Uma é do bem, a outra não é do mal, mas se defende a gritos e tapas se necessário. As duas tiveram a mesma ideia, eis que queriam acabar com tudo, iam por fogo, mas perceberam que seria suicídio por fogo em mim. Então espirituosamente n intuito de me ajudar, de se ajudarem envenenaram-se no intuito de matar todo o sentimento que as consumia".


                   Com toda dor do amor, eu gostaria tanto de ir até você, gostaria tanto que minhas palavras chegassem aos seus ouvidos, que fizesse ruído, que fizessem te lembrar que do lado de cá, é o lado que eu estou. Eu fugi, eu deixei tudo que eu conhecia para trás, eu quis te esquecer, mas eu falhei, NACAIN perdoe-me eu falhei com você, eu falhei com nós. E a saudade vem como eco aos meus ouvidos, o desejo vem na velocidade uma tempestade. Sete anos se passaram e você é a única coisa que eu não consigo encontrar. Mais do que nunca eu tenho acreditado que a verdade é que não importa o que eu faça, você não vai admirar se não estiver de coração aberto. O tempo esta passando, eu tenho calma, mais eu não durmo. Temo a hora em que provavelmente terei que guardar tudo isto dentro de mim, por não poder vivê-lo, pois no fundo eu sei, eu sempre soube que tudo isso só tem significado para mim. No fim não terá mais importância se você quiser ficar ou partir. Apenas quero que entenda que profundamente eu tentei!






Dedico á NACAIN, por inspiração e amor...

domingo, 4 de agosto de 2013

QUE VOCÊ SAIBA

 A verdade ela é uma só, eu jamais a manipulei, mas eu confesso que a escondi durante um bom tempo. E eu jamais mentiria sobre isso, sobre os sentimentos, sobre tudo isso, mas eu tive que guardar dentro de mim, eu tive que os sufocar cotidianamente. Eu havia morrido por dentro eu tinha uma grande necessidade de viver, mas era tempestuoso... Eu lutaria sim, eu já lutei tanto, e eu continuaria. Mas veio o cansaço, e com ela as náuseas, e com elas o sentido de tudo! Fiquei pobre de forças, eu até mesmo esmoreci, pela manhã eu mal abria os olhos porque lhes confesso até isso me doía.
Todos os meus momentos bons foram destruídos, renovaram-se mais tarde, mas já haviam me levado as esperanças. Eu sentia que aquele era o meu fim... Eu não me lembro de ter feito algo errado, entende?! Mas tenho vontade de te abraçar forte e dizer-te eu sinto muito!
Eu não tive escolha, mas a verdade é que se eu a tivesse eu teria seguido o mesmo caminho. Afinal seus olhos são sensacionais, e seu sorriso, ah seu sorriso é maravilhoso! Não fique surpresa por eu amar tudo em você, é que você é gigante em sua perfeição, seus defeitos são mínimos se comparado a qualidade que não está em você, mas sim a qualidade que tu és. Meus sentimentos são portadores de um amor incondicional, de um amor por você, de um amor grande e gigante, que mal cabe no peito, e foge dos sentidos.
Talvez toda esta coisa não seja saudável, mas vale a pena, eu sinto que vale, e é exatamente isso que me faz ir a diante. Meus passos são livres, preso mesmo está é o coração, mais ainda vive bem, ainda suporta.
Você é muito interessante, mas penso, ainda ei de encontrar você novamente??? Será um alivio, é que tenho esperado o reencontro desde a última vez. Eu perdi muito tempo, agora corro contra ele. Agora eu estou segura de mim, e organizei cada fragmento de sentimentos no seu devido lugar, agora eu realmente estou pronta. Ninguém pode menosprezar o coração de ninguém, se não é cúmplice seja no mínimo amigo, o importante mesmo é que seja...
Apenas me perdoe amor, se no reencontro eu chorar em sua frente! Apenas me perdoe porque é amor demais.



A NACAIN* Sempre, por inspiração e amor...


quarta-feira, 24 de julho de 2013

Confidências


Meu coração tem reclamado muito, feito um barulho ensurdecedor. Ele diz, eu não escuto, e quando eu o  ouço fica desconfortável nossa relação, brigamos quase que o tempo todo, eu quero esquecer, ele insiste em lembrar... Mas vou deixa-lo decidir, eu preciso de paz, eu preciso de muita paz. Eu estou exausta, eu estou acabada. É uma guerra sentimental e não me interessa mais, eu não me importo mais e nem me submeto a lutar, certas coisas doem, certas coisas despedaça, certas coisas tem que ser deixada para lá, certas coisas não vale a pena quando é a sua felicidade e paz que esta em jogo!
Não há um lado certo de se viver, mas há varias novas maneiras de se continuar a viver em meio a uma tempestade de sentimentos não correspondido, de amor não vivido, há várias possibilidade de cantar ao invés de chorar. Eu decidi não correr mais o risco de não sorrir mais verdadeiramente, eu decidi que antes de amar profundamente você, eu irei infinitamente me amar primeiro no intuito de dar sentido ao meu mundo, ao meu interior, dar sentido ao que sinto e porque sinto!
Escrever sobre alguém como você, é um grande desafio cotidiano, vai muito além do que posso, do que consigo, vai além das fronteiras que você impõe NACAIN, mas a verdade é que não importo com a linha que você impõe, eu não me importo se não posso ultrapassa-la porque definitivamente eu vou ir além, saiba que não me importo porque mesmo sem paz, ferida, cansada e vou ir além, eu vou atravessara linha do limite, porque o amor é isso, o amor é o que é, o amor é livre, o amor não limita-se, não se entende, simplesmente se ama, simplesmente se senti...
Eu vou continuar me ferindo aqui no meu cantinho, vou continuar amando você, mas dessa vez eu quero paz, dessa vez não vou obedecer aos desejos, e meu coração vai viver inconstante. Nada vai me devolver  a paz que esse amor roubou de mim, nada vai diminuir o peso que isso tudo se tornou. E eu travou uma briga na memória, e pergunto-me depois de todos esse anos você se lembra de mim, acaso você pensou em mim? Pensou na hipótese de me ligar? - Não, não. Eu sei que não. Você significa muito pra mim, e ao abrir e fechar os olhos é em você que eu penso. Duas coisas é certa: 1) Eu te amo e 2) Você não se lembra de mim. Mas eu não vou morrer por isso não se preocupe, eu já morri por isso anos atrás, o que você presencia aqui agora, é um renascimento, o que você presencia agora é um amor por mim mesma, um desejo pela minha paz, minha alegria, meu sossego...
Eu tenho olhado mais longe, eu tenho ido mais longe e me sinto segura. Jamais isso será suficiente mais eu me sinto confortável, e me sinto no sereno, sinto que a tempestade passou. Tenho saído comigo, e marcado longos encontros com o meu "eu", e eu admirei eu fiquei vislumbrada. Eu não havia percebido meus olhos, só os teus, o meu sorriso, eu estive envenenada pelos teus. O amor pelo meu "eu" tornou-se uma grande ameaça a você. 

"Eu sou absolutamente louca por você. Eu te amo. Mas dessa vez é uma despedida minha, eu vou me envolver comigo, eu gostei eu amei ter me conhecido, logo eu que passei tanto tempo a admirar você.
Mas vou continuar a te amar, vou continuar a te admirar, mas com menas intensidade, continuar a te amar em um segundo plano. Você é tão apaixonante, mas eu estou bem exausta, bem cansada como havia dito antes. E só te amarei nestas páginas rabiscadas pelo meu amor que não se cala".

NACAIN - Sempre que estou sozinha, ou ao meio de pessoas é você que eu amo, e é exatamente em você que eu penso. E eu te mandaria flores todas as manhãs, assim como declararia o meu amor. E eu não amo só o que se pode amar em você, eu amo tudo em você, eu amo até o formato das tuas unhas. Dedico cada palavra de amor, cada gesto, dedico cada virgula e faço desta história uma infinita reticências...
Você está tão longe, tão distante. E tudo que eu escrevo será por amor, será pela infinitude do amor que eu sinto por você. Eu te protegeria. Eu tenho tanto medo de nunca mais ter a chance de te ver, tenho tanto medo de não provar o teu beijo, de não te abraçar intensamente como a última vez, você se lembra? Aquele abraço é tudo que tenho teu. Perdoe o meu passado? Perdoe minhas loucuras infantis... Eu não vou abrir mão dos meus sentimentos, porque sinceramente: VALE A PENA!


A NACAIN - Por eterna inspiração e amor.

sábado, 20 de julho de 2013

Curvei-me ao amor...









Que as folhas amem!



                  Eu a amo intensamente e calorosamente. Mas o meu amor por ela não está nela, somente em mim. Eu quase desmaio ao me seduzir com memórias daquele tempo... Eu quase desmaio de tanto amor no coração. Mas todavia percebo que sobrevivo!

 [...] Estava eu lá assentada numa cadeira vendo a vida passar, nem sequer tinha eu a coragem de olha-las nos olhos, só de banda. Mas logo de inicio eu no fundo sabia o que tudo aquilo significava para mim. E eu tive chance de corrigir, eu tive chance de fazer parar, mas eu não os fiz. Eu deixei que as coisas tomassem seus rumos por si só. Eu achei que eu estava sendo elegante em uma decisão matura, mas eu fui apenas uma garota vulgar com um grau de imaturidade horrível. Doeu...
Vou te dar razões para acreditar em meus sentimentos, mas não darei razão nenhuma para ficar comigo, vai ser deselegante acordar com você ali ao lado, ia ser esquisito, uma farsa. Você não entende não é? Jamais vai entender e eu não saberei te perdoar por isso, eu não irei desculpar. Não finja que gosta, não finja que acredite... Tudo que preciso é que escute! O que fará depois não pertence e nem cabe á mim apenas á você. Essas folhas jamais ficarão vazias, estas folhas jamais esconderam a verdade, estas folhas não são uma razão para você me amar e nem meramente acreditar. Essas folhas todavia seguem apenas uma vertente: Te amarem.


                                         

domingo, 16 de junho de 2013

VOCÊ

Ser elegante é amar verdadeiramente alguém que não é apenas uma pessoa mas sim o seu "mundo", e o sentido de você estar nele!

- Todo mundo tem um lugar para ir, todo mundo tem um amor para encontrar, todo mundo necessita de amar. Venha até aqui e deixa eu te amar, deixa eu te abraçar, deixa eu te proteger, deixa eu te fazer sorrir... Permita que eu mande flores pela manhã, permita que eu te observe dormir, permita que eu respire o mesmo ar, a mesma essência, o teu perfume. Me dê suas mãos, deixa eu te mostrar tudo que não consegue ver, eu não vou te incomodar, só quero ver você. Eu não sei qual é a maneira certa de se viver, não sei qual a maneira certa de viver tudo isso, ou se contudo no fim é exatamente não viver.
Eu estou a espera de que bons tempos voltem! E em repetidas vezes dizer-te ao pé do ouvido: AMO-TE, sim eu diria, eu arriscaria, e me contentaria. Ás vezes te imagino, e percebo que mais tarde elas desaparecerão, assim como você. Não é fácil, não é nada fácil. Mas é que eu me sinto satisfeita, mesmo sofrendo, eu amo você e é exatamente isso que me satisfaz. Eu sonhei tanto com o retorno, eu reproduzir tanto a fantasia de ainda te ver chegar, e lindamente sorrir, e calorosamente me beijar (magicamente). Lembre-se você não é perfeita, e eu também não. Então porque não tentarmos sorrir um ao outro no intuído de somente viver o sorriso, e não os sentimentos? Porque não tentar?  Há muitas coisas que eu queria descobrir, há muitas coisas que eu gostaria de viver, que eu gostaria de encontrar. São dores, pensamento, memórias que eu tenho que conviver todos os dias... E não encontro sentido em recomeçar, as pessoas são meio ruins, e eu tenho medo, porque elas me ferem. Tenho medo dessas pessoas, do desconhecido, do buraco negro, da paixão, do amor. Eu encontrei razão para continuar, mais sinto que em várias ocasiões eu nem sequer consigo prosseguir, por que o coração dói, e o medo me aprisiona!
Não acredito que alguém te ame na mesma intensidade que eu, não acredito, e não acreditarei. Porque amor as pessoas estão rasas, as pessoas estão muito rasas, elas querem noites de amor, eu quero uma vida inteira de amor. Meus sentimentos são gigantes, são sinceros, sublimes, meus sentimentos são tortuosos, são todos feitos de amor, por amor á você!
E quando eu olhos as incansáveis páginas que escrevo, quando olho pra tanto sentimento, e quando os sinto loucamente afundando-se em mim, eu só quero que o dia acabe! Me importo com você, e amo!
Todo mundo tem um lugar para ir, todo mundo tem um amor verdadeiro para encontrar e eu encontrei: VOCÊ!







By...

Eu vou...

Vou mudando, colocando tudo no lugar. Varrendo a sujeira, limpando o lodo! Tirando a dor, dando lugar ao amor. Vou mudando, arquitetando. Vou arriscando, vou amando.Eu vou...

"E eu senti saudades daquilo que eu jamais havia tocado. Saudades do amor que jamais havia vivido. Apenas sentido. Eu me perdi dentro daquele abraço. Perdi-me no calor, no afago... E aquele cheiro me envolvia.O amor sorria. E eu era feliz! Depois, fui andando em círculos. Da tempo ao tempo, espaço ao espaço. O amor é o começo de tudo, do mundo, mas também é o fim, mas também é recomeço. Procurei lugares novos, sossegos intensos, procurei paz interior, paz...
Não havia nada, nem esperança, nada.  Estou envelhecendo, o coração está envelhecendo, no rosto rugas, e me deparo com um amor esgotado, um amor caído ao chão.
E nada se compara ao brilho de teus olhos, aliás nada se compara aos seus olhos. Espero por ti calmamente, pacientemente, sem mesmo olhar para o relógio, sem mesmo olhar para o dia de hoje, o mês o ano, ou sequer a estação. Eu simplesmente espero...
Não irei abandonar a espera facilmente, nem sequer vou abandoná-la. Mas eu sobreviverei, e continuarei de pé! Continuarei porque vale a pena... Vale a pena amá-la! Ela que é tão viva, tão elegante, tão linda, vislumbrante, ela que sorri para dentro e para fora, que gesticula, que manuseia as mãos sobre o cabelo, ela que tem lábios tão venenosos, beijos fatais. Vale a pena, mesmo que doa em mim, é válido todas essas oscilações de estados de sentimentos. Ela que faz parte das minhas fantasias mais calorosas, da minha realidade oculta, e eu mantenho todos os meus pensamentos bem seguros nela, porque todavia é ela, e mais ninguém. Ela sempre está la bem na (memória), sempre estará, e sempre será, a minha inspiração...
Não vou amar novamente na mesma intensidade, nem fragmentado. Mas vou viver, vou sobreviver, e sigo..."




Dedico á: NACAIN, por eterna inspiração e amor!

sexta-feira, 24 de maio de 2013

Tristeza Poética!

[...] Era simplesmente uma tristeza poética. É tão verdadeiro quando eu digo que te amo, e que sua felicidade compõe a minha. Que você é meu "eu" livre. Que nossas almas se encontram em quanto os corpos ainda resistem. Que é seu sorriso o causador de minhas poesias, que é seu olhar o reino de meus pensamentos mais singelos, mais profundos.

    É tão verdadeiro quando eu anuncio ao mundo que a espera é longa, mas recompensatória. Meus sentimentos por ti são para sempre, e são tão verdadeiros quanto estas palavras. E quando eu penso em você, torna-se visível a dor, e nas ideias a falta de comportamento, dos sentimentos e manifestações. E ao pensar em você a dor é de luz, e de dar a luz a felicidade, ao sorriso, é reviver, renascer, ressurgir, sempre e sempre. Apenas quero alguém que aceite a mim e as minhas cicatrizes.
          E eu sorria tanto, e sorria com audácia, sorria até a barriga doer... Mas em uma manhã cinzenta, ofuscada e neblinada, eu acordei e não sorri mais, eu não tinha forças. E então doía até mesmo dizer: "Bom Dia"! (Era cruel . Mas mesmo assim eu dizia, porque eu era forte, e sorria enquanto doía.



Dedico á: NACAIN, por inspiração e amor.

Inquietação da Raiz

Isso realmente machuca... Esse vazio, essa fresta de luz, este pouco ar. Vai causando náuseas, vai derrubando sorrisos,  vão enchendo de lágrimas, enchendo de nada, o nada. Causando esperanças onde não há, vai causando, estragando... Fique de pé, e encha-se! Eu vou te sentindo... Não vives para mim, mas respiro igual, tens cheiro de fantasma e até vives como um. Eu sei que és real, mas não dá para provar, vai causar um grande ruído, por isso faz-se necessário o silêncio. No entanto deixo-te presa a estes papeis. Por que é um fantasma! Não para mim, não, mas... Para estas páginas.
E você vai se libertando para a vida, vai perdendo o medo do vento, e começa a ter voos altos, e cada vez mais altos, e vai indo de encontro ao sol. Vai indo, e indo, indo... E de repente: Está livre! E eles vão tentando destruir jogam venenos, queimam... Mas não morre! Não morre, é amor. É amor e está enraizado, é para sempre. Porque é amor, e como eu havia dito antes: Tem raiz!
É um espirito preso pela a espera, é um espirito lindo. Porque a espera não é em vão. A espera é por amor. Não qualquer amor, mas o VERDADEIRO.


Dedico á: NACAIN, por inspiração e amor.

DESTINO

[...]Havia eu dito em silêncio o quanto eu a amava... Mas alguém ouviu. Não as palavras, não a voz, mas os sentimentos que gritavam quase que ensurdecedoramente.
Tomaram as rédeas dizendo-me: BASTA! Depois conspiraram não contra mim, mas em favor a mim. Mas... Eu sabia que não causaria nenhum efeito. Eu sabia que os meus sentimentos se entristeceriam. Com tudo, finalmente aconteceu. Alguns disseram da suma coincidência que é. "Não, acho que não. Disseram-me da coincidência que é, mas bem sei que não é uma mera coincidência, mas destino"! Um destino inteiro. Sedutor e insano. Eu gostava tanto só da ideia de vir a ser um dia cúmplices deste destino. Eu dizia a mim mesma que chegaria o dia antes da primavera daquele mesmo ano. Mas eu não sou a dona do destino, sou apenas uma inquilina. E naquele ano não aconteceria, mas eu sobreviveria a muitas outras primaveras sem você, no intuito de você vir em alguma outra estação, em qualquer outro ano. Mas também não viria, mas eu persistiria por que o amor não resiste, ele não espera por outro, eu não espero por outra. Eu espero por você. Não neste ano, mas nos próximos anos em que ainda persistir esse sentimento que não é pequenino, mas gigante não por sua natureza, mas pela intensidade de seu DESTINO.
Havia eu dito em silêncio, mas o silêncio também é portador de ruídos, de vozes envergonhadas, de destino, de muito amor.


Dedico á: NACAIN, por amor e eterna inspiração!

domingo, 19 de maio de 2013

O Dia Em Que Eu Te Conheci.

Um passado todo na memória. Uma imaginação uivante... Mas estou muito exausta para a continuidade e decido não parar, mas silenciar um pouco.
Eu tive muita paixão no inicio, eu poderia até mesmo me afogar nela. Mas as coisas vão acontecendo, vão mudando, vai transformando, bandido vira herói, e herói bandido. Nada permanece nem como é, nada fica no lugar, nada. A vida te vira ao avesso, e vai te sugando toda sanidade, vai te sugando todo o manifesto de sorriso, vai SUGANDO!

  ... O dia em que eu te conheci, ah nada se compara a este dia, nada se compara aquele devasto sorriso envenenador que você lançou, aqueles olhos brilhantes jamais visto antes, aquela respiração, aquele ser. Não se compara, a memória me empresta o momento, mas não me devolve, e eu esmoreço sobra cada palavra que descreve o fantasma destas palavras. Eu te amei naquele exato momento, eu te amei exatamente quando coloquei meus olhos sobre você, e disse para mim mesma: É ela. E passei dias tenebrosos, e passei por uma grande confusão, e me confundi, não era paixão, meras paixões não uivam naquela intensidade, era algo mais intenso, mais apreciável, grande, era amor, sim era o amor que havia expelido de mim, era o amor que estava me consumindo uivando, era o amor que eu estava parindo pro mundo.
E este sentimento me sugava cotidianamente, e sorria para mim. Eu senti que era você, e senti que doeria, eu senti que não aconteceria, senti que sofreria, e também senti o que jamais ninguém sentiu: Que eu não hesitaria, senti que eu não me importaria com o trágico e que eu viveria tudo aquilo, mesmo sentindo de incio que era um obscuro, que era um caminho sem volta, um caminho para o fim. Eu sabia que eu não ia conseguir, mas eu não me importei. Eu não importei porque não era um desejo de "mimo", não era um "sonho", não era "paixão" era AMOR. Era amor, e minhas noites não seriam mais as mesmas, eu jamais retornaria ao inicio, e se eu retornasse o repetiria, o que para uns é um circulo vicioso, para mim é amor. Nunca mais fui a mesma, e eu me contento. Eu não sabia o sentido, mas o sentido sabia do eu e me sentiu, e foi ai que eu aprendi a sentir. Eu jamais vou te substituir, mas posso viver alguns passos no caminho sem você, e eu farei isso.
Eu estou um pouco descontente com o rumo das coisas, esse passado todo em minha memória, há horas que eles congestionam, mas confesso que estou assustada com as possibilidades futuras... O dia em que eu te conheci lá pelos seus dezoito anos lembra? Eu já te liguei, já enviei mensagens e eu iria além, e iria muito além se as coisas não tivesse tomado este rumo. Mas você me feriu. Não hesitou sequer um momento? Nunca procurou saber? Chegou a sentir culpa? Você, Você, Você... Você é o silêncio absoluto, e eu sou unicamente as palavras que não se calam.
Para muitos essa é só mais uma das muitas histórias de amor. Para mim isso tudo não passa de memórias empoeiradas,  sofrimentos excessivos, e sentimentos enferrujados.
E eu terminaria tudo isso sufocando-os com um travesseiro, sem nenhum pouco de remorso, sufocaria como em um ato heroico, de bravura. E escreveria em um pequeno bilhete: FIM!
"E faria tudo isso somente para me igualar a você".







Dedico á: NACAIN, por eterno amor, dedicação e inspiração!

domingo, 12 de maio de 2013

Não Estou Blefando!

Não darei mais nenhum passo, e não darei sequer mais um sorriso falso no intuito de esconder á todos a minha real tristeza que a de: DOR.
Com tudo essas oscilações de ir ao inferno e ao céu por você, não o farei mais... Teria eu mandado flores todas as manhãs se uma única chance fosse lançada, mas não foi, logo não lhe mandarei nem uma flor mais. Tive tanto medo de ficar só, que estou só! Mas não ficarei só mais nem um dia sequer. E decidi que se você não quer escutar o que eu tenho á dizer eu meramente vou escrever. Mas não escreverei mais nenhuma palavra de amor, estou em guerra com você, estou em guerra comigo, estou em guerra até quando eu decidir não mais estar. Tanto te dei as rédeas, mas me irritei, e eis que á tomo de volta agora!

Não eu não vou deixar mais, não irei permitir que seja você o motivo do meu sorriso, ou os teus olhos minhas inspirações, ou os teus cabelo motivo do meu afago. Dane-se você! Mas dana-se porque eu te amo, e isso é mais forte do que eu, dana-se porque te odeio com muito, mais muito amor. Você me irrita, você me destrói... Eu faria sua barriga doer de tanto lhe fazer rir, e lhe daria abraços apertados e beijos quentes.
Eu não sei lidar com tudo isso, perdi o rumo, o caminho, os sentidos. Seria-me mais feliz se você não existisse, seria-me mais contemplo-o acordar e dizer: Era um personagem que criei. Seria melhor se eu pudesse simplesmente arrancar a folha brutalmente e atirá-la ao fogo dizendo a mim mesma este fantasma não volta mais. Seria... Mas você existe, e mais do que isso é bonita! Eu esgotei todo os minhas emoções, e acabei com inúmeras caixas de lenço, e teve dias em que eu não queri mais viver, e se eu sobrevivi foi por que recomendaram-me descobrir seus defeitos, para que eu pudesse dar lugar a um desprezível sentimento dizendo-a sabia que não era perfeita. Mas descobri que ela era melhor, e era doce, e particularmente eu gosto de doces! Eu não suportaria, não suportaria outro rumo, eu te amo. Eu ainda procuro alguém que me faça te esquecer, mas os tempos estão bem difíceis  e as pessoas mais usam do que amam, e eu não sou roupa para ser usada!
E decido então que se eu te encontrar novamente perco todo o respeito e roubo-lhe um beijo! (Não, não. Eu não faria isso). Mas gostaria...

Toda a minha maldita fraqueza está em te amar, chega a ser ridículo, chega a ser bobado, chega a me sufocar. É um vicio, um envenenamento. É doentio, é amor, é excesso, é muito pra mim.
Sofro dessa intensidade anormal, deste monte de sentimentalismo, desta degradação da minha alma amante. Mantenho um segredo de todos, algo bem enorme, bem proibido.  Vou envelhecendo ao teu lado, te tendo em meu pensamento, tendo-te o imaginário, vou ler algumas coisas, voltar ao passado, queimar alguns fantasmas, beber um pouco de café. Vou para dentro de mim, abraçar a mim mesma, ficar comigo mesma, cuidar de mim mesma, enquanto espero por você. E de tudo se acaso nunca vier, dana-se! Sinto-me como se eu tivesse parido o pior amor, que a humanidade já viveu ou pariu. No entanto foi honesto.

Não darei mais nenhum passo lá fora, para poder ficar com você aqui dentro. Lá fora é arriscado demais, eu posso me apaixonar por alguém melhor... Por alguém que corresponda, por alguém que queira ficar por mim.
No final - Cometeria um crime incrivelmente perfeito amaria intensamente a mim, arrancaria página por página de todo amor dedicado a você. Sim, eu faria, eu ousaria. Não estou blefando, fique em silêncio por mais sete anos, que eu vou atrás de você e digo: DANE-SE!






quinta-feira, 25 de abril de 2013

Meu Mundo Particular.

As noites me são demasiadamente gloriosas que de tão longe á vejo, quando de tão longe e perto vejo o manifesto temporário de seu sorriso, aliás um sorriso que de tão prévio é asfixiante, entorpecedor, eterno!
Eu tive certeza absoluta de que seria isso, eu tropecei em rochas inteiras para estar aqui, mas é uma força que não pode parar, é uma força que me faze querer prosseguir para sempre, e sempre. E inda que a dor me hipnotize a uma amargura sem igual, eu não me tornarei só e raquítica, mas compreensiva tal como tu és.
Não haveria nada, absolutamente nada, que fosse tão sublime quanto ver a sua essência passar, e eu te vejo no meio daquela multidão indo, e vindo, e sorrindo, e sempre indo, sempre sumindo, mas vindo... Eu deveria mudar sua mente, porque você faz isso com as pessoas, com muita frequência, e sem se sentir mal por isso, e sem se sentir... Não, não, você não se importa! Quero apenas fazer parte do que vale a pena. Como já dizia Clarice Lispector, eu não sou meio, eu não quero meio, ou é tudo, ou é nada.
E vou seguindo com a certeza de que essa solidão é temporária, que é um caso cômico este, sim pois mundos iguais, mais dimenssões absolutamente diferentes, contraditórias. Eu adoraria ver você acordar só para sorrir da bagunça que é este seus cabelos ao se levantar. Perguntam-me como consegue ainda sorrir? E sorrindo eu os lhe respondo, saber que lá estará em algum lugar,  mesmo tão perto, ou longe, ou meio longe, é isso que me significa o meu ato de VIVER*
Eu sinto saudades de quem nunca tive, uma saudade velha, com força jovial. E com tudo neste meu estado aluada, quando der repente me encontro sozinha, de fato eu não estou sozinha. E quando vejo seu rosto, vejo que é tudo que eu queria ver, é tudo que eu queria ter, esta imagem presa na memória, essa imagem quase fantasmagórica. E com tudo, de tudo, seguraria você firmemente em meus braços, como se fosse o fim, olharia tão profundamente, e diria: Eu te amo. Te amo por que tu és, te amo por que é isso que é, é amor. E dos grandes, dos uivantes!
Perdoe meus erros, e então perdoarei os seus. Perdoe o meu Silêncio, que de súbito eu perdoarei o teu.
Eu destruiria tudo em mim, se tudo em mim, não fosse você. E no entanto nada cometo, para que nem dentro de mim, eu possa machucar você. Obrigado por tudo, por ferir a mim, pois isso me fez entender o que é Amar você. Todas as noites, e pela manhã. Tudo só faz algum sentido, se esse sentido ainda existir você.




A você que tanto amo! (NACAIN)

terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

Do fim, para o cemeço!



Agora tenho mais certeza do que tudo, não há duvida, a verdade é que nunca houve, mas hoje a certeza é maior, hoje eu simplesmente acreditei, agora eu sei, é você, é você desde o inicio que tanto amo, é você: NACAIN!




Pela primeira vez, depois de tantos anos eu sorri para mim, mas não foi um simples sorriso do cotidiano, não, foi diferente, foi um sorriso verdadeiro, que deu sentido a tudo, que deu sentido ao meu mundo. Foi um longo caminho até esse sorriso, e dói tanto, eu me senti importante, eu me senti bem, eu me senti viva, e eu realmente vivi todo aquele sorriso, e isso é o que se ganha, por tantos sacrifícios no amor, amor é uma força que não para, é uma correnteza, é um transbordamento.  Dei vida a tudo isso porque era bom, dei vida a tudo isso porque era importante para mim, eu dei vida a ti NACAIN.
Eu sinto os arrepios pelo corpo, arrepios de estar bem, de me sentir bem! É uma recuperação linda, esta do amor. É que eu cansei, e no meu cansaço eu me superei, e na minha superação, te amar na sua ausência não me faz mal, porque no fundo eu te tenho, porque no fundo você não está no meu âmago, mais sim em meu coração. E desta vez eu não disse Adeus á você NACAIN, desta vez é diferente, desta vez eu disse: “Fica! Fique NACAIN, tome um café, fique”. Desta vez não foi um “ADEUS”, mais um, “SEJA BEM VINDA”. E foi espetacular, foi maravilhoso. E eu preparei algo maravilhoso, uma poesia linda, e eu a recitei em voz alta, eu a recitei em voz alta no intuito que você a ouvisse, eu não tenho certeza se ouviu, mais eu tenho uma única certeza é para você e por você, porque você meu bem está acima, em cima, e por cima de minhas inspirações, cada inédito não é tão inédito, porque por trás há algo velho, há você! Dei sentido a tua existência! Pensava eu em noites de desespero como provar meu amor a NACAIN? Como provar todo o meu amor, e então decidi todos os poetas são imortais, e eu dei espaço a sua imortalidade serás lembrada, será eterna NACAIN* Serás lembrada quando abrirem as longas páginas de meus livros dará sentido as minhas “Confissões do Passado”, entenderão “Dentro de Mim”, e perceberão que o “Amor Não Se Cala”, e que você NACAIN é o ponto de guerra, meu ponto de paz! Eu não conheço a palavra desistir, eu não sei da sua voracidade, não dou espaço a ela, sei que as coisas tardam e que a vida não é lá muito fácil, mas eu não desistirei deste amor eu não desistirei de você, de mim, do possível: NÓS.
Eu vou sempre estar perambulando em meio a este mundo, eu vou estar no meio destas pessoas, eu vou estar sempre caminhando em meio às palavras, escrevendo pro mundo, dando sentido a isso tudo, te esperando, vivendo, mas te esperando. E se me perguntarem novamente se vale a pena, se perguntarem se é válido toda essa dor, se é necessário todo esse sofrimento, se é sadio essa solidão, eu responderei honestamente, eu responderei verdadeiramente as essas perguntas, sem nenhuma sequer hesitação! Sim para tudo. É verdadeiro, meu bem, é verdadeiro. E sendo verdadeiro eu confirmo, vale a pena sim, vale a pena cada dor, cada lágrima e sofrimento, cada detalhe, cada aborrecimento. Vale à pena porque não é em vão, vale à pena porque é por amor, um amor puro, um amor que jorra de dentro para fora e que dá sentido ao meu mundo, que dá sentido a minha existência! Estava vivendo olhando para tas e aquilo doía tanto, não é bom, não é nada bom, até que descobri que olhar para frente é mais seguro, que esperar o retorno é um privilégio, que viver te esperando é símbolo de guerreirismo, e olhar para trás já não fazia sentido, e então eu abri a porta do meu quarto, deixei a luz do presente entrar, e logo eu percebi, olhar para frente me da forças para continuar, olhar para frente porque no fim é lá que você vai estar. E eis que renova todas as minhas esperanças, e eis que eu sorri diferente, mais verdadeiro, mais ameno, mais pesado, mais futurístico, mais animador, mais eu. De agora em diante eu não hesitarei, porque meu bem eu nunca tive tanta certeza, e não hesitarei, vale a pena, não é em vão, eu sei que vale a pena!


   
Do fim, para o começo!       











Dedico á: NACAIN, por inspiração e Amor.
A todos os seguidores, e leitores do meu blog.
 

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Minha Nitida Inspiração!



No que eu me inspiro a escrever? Bom, eu me inspiro na vida, uma vida diferente, uma vida que respira, anda, fala, e encanta uma vida que tem nome, e esse nome, ah meu bem, esse nome é doce, é lindo, esse nome me arranca sorrisos verdadeiros, suspiros extensos, coração acelerado, e até tremedeira, esse nome me salva esse nome me mata, e esse nome é: NACAIN*
Mas não é um NACAIN qualquer, é exatamente quem arranca de minha alma o lodo, dá asas ao meu espírito, e diz: AME, seja LIVRE! E então eu sou.
Estou esperando por algo, é uma espera longa, e doutrinada, uma espera maluca, e talvez meio desengonçada, eu não sei bem o que é, não sei bem o que espero, mais eu espero, algo me diz que vai ser bom, a outra parte me diz que vai ser mágico, e a outra diz que vai ser trágico, no fim não ouço nenhuma dessas vozes, não estou escutando, eu estou esperando, e só! Mas não pense você que eu não estou seguindo em frente, estou, estou indo adiante... Vendo no que dá, sabe? É assim que funcionam as coisas! Eu não tenho seu amor, e certamente nunca terei, mas veja que bacana, eu tenho seu nome, tenho algumas fotos suas, tenho seu cheiro ainda, também tenho a recordação de sua voz ao telefone, ai eu tenho café quente, whisky, folha e tinta! Isso basta... Isso realmente basta para eu prosseguir, e vejo que prosseguir, sempre olhando para trás, na espera de te ver em minha frente. Ah, percebi que eu era minha própria inimiga, e ai eu venci a guerra, eu sabia dos meus segredos profundos, dos casos cômicos. Eu sou uma mulher de muita sorte, só um momento... Eu sou? É talvez eu seja, é que eu não me lembro. Passei a viver novamente há dois dias, o motivo? É que cansei de certas coisas, como luz e convicção. Então você veio não como da primeira vez, mas veio em minha imaginação e disse: Não há remédios, não há. E tudo que tenho para você é silêncio, não há remédios só lembranças...
Causa-me náuseas horríveis, e uma dor crônica, que chega a ser ensurdecedora... Eu te amo NACAIN, te amo por que tu és-te amo porque és e amo porque faz frio à noite, e pela manhã o sol não é para todos, pela manhã o sol não é para mim! E toda vez que eu fecho meus malditos olhos, te vejo me saudando, dando uma boa noite eterna. Isso é um inferno de sentimentalismo, um inferno amoroso, um inferno gigantesco que me leva além, que me leva...
No que me inspiro para escrever? Ah, naquilo que ainda me faz querer respirar, não é o ar, alguém pode me falar, gentilmente eu digo: NACAIN!

É fácil dizer que ama.
Porque dizer que ama, não é amar.
Dizer é apenas constatar que tem voz.
E ter voz não é amar!
Quem ama não fala, demonstra.
Porque palavras são bonitas.
Expressam sentimentos.
Mas, no entanto não é um.


Dedico a: NACAIN, por inspiração e eterno amor*